HGV, VIVER É PRECISO!

Na terça Terça-feira (9) hoje a adesão a paralisação dos trabalhadores do bloco G do Hospital Getúlio Vargas foi bem melhor, graças ao apoio e o respaldo que vem recebendo desde o inicio dos sindicatos SindsPrev/PE e SindSaúde/PE, a adesão ao movimento estar se fortalecendo cada vez mais. Concentrados e reunidos em frente ao ambulatório do hospital os trabalhadores além de tirar suas duvidas, ainda ouviram do presidente do SindSaúde/PE Tiago Oliveira, a leitura do oficio que fora enviado para os órgãos competentes como a SES, Ministério do Trabalho, Ministério Público Estadual, Ministério Público Federal e a Diretoria Geral do HGV. Em suma o oficio informa os motivos que levaram os trabalhadores do bloco G a tomarem tal atitude e também solicita providências imediatas dos órgãos acima citados. A luta e o desejo do SindSaúde/PE é que a tranquilidade e a paz de espirito possa ser visível nos trabalhadores e usuários. VIVER É PRECISO… ESTAR VIVO, IMPRESCINDÍVEL. Pense nisso…

Haniel Nunes

Este slideshow necessita de JavaScript.

2 comentários em “HGV, VIVER É PRECISO!

  1. Gostaria de agradecer aos colegas do Sindsaude e Sindsprev, pelo apoio dado durante a paralização dos servidores do bloco G do HGV. Pessoalmente, obtivemos sucesso. Estamos relocados e trabalhando com segurança. Acredito que foi mais uma batalha vencida por estes sindicatos, e deixou uma centelha, para que nossa luta não termine por aí. Prezando sempre pela dignidade dos poucos trabalhadores que ainda acreditam em seu próprio valor.
    Diana P. Sobral
    Enfermeira

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.