ELEIÇÃO DO SINDSAÚDE/PE

As Centrais Sindicais, Central Única dos trabalhadores – CUT, Conlutas Central Sindical – CSP e Popular e Comando Geral dos Trabalhadores – CGT, acompanharam a contagem dos votos da eleição do Sindicato dos trabalhadores em Saúde e Seguridade Social de Pernambuco – Sindsaúde-PE. Conforme o estatuto da entidade, a chapa eleita tem mandato válido para o triênio 2019/2021. A eleição foi realizada nos dias 19, 20, 21 e 22 de março de 2019. A contagem dos votos foi realizado na Sede da CUT, no dia 22/03/2019, a apuração dos votos ocorreu de forma tranquila e transparente. Contudo um fato curioso, antidemocrático, de pura conveniência eleitoral foi que as chapas 2 e 3 exigiram que fosse cumprido um acordo, não escrito, ocorrido nos debates das representações das chapas que desconsideravam todos os votos em separado que não fosse identificado no envelope. A comissão eleitoral reconheceu o debate entendido pelas chapas 2 e 3, como resolução, porém a comissão eleitoral reviu o conteúdo do debate ou resolução, entendendo que desconsiderar e quebrar o sigilo de tais votos, seria antidemocrático, e propôs que esses votos fossem validados, porém as chapas 2 e 3 insistiram em desprezar o direito do trabalhador, insistindo que os votos fossem desprezados. Para não retardar a contagem, a comissão eleitoral acatou a infeliz medida exigida pelas chapas 2 e 3. Dessa forma a chapa 1 deixou de computar mais de 200 votos. Outro fato curioso, foi a chapa 3 abandonar o recinto, com alegações infundadas quanto ao processo, pois a chapa teve representante na comissão eleitoral, participou de todo processo com representante de chapa ( Sr. Cristiano, que, aliás, teve um comportamento exemplar) que fora substituído em várias ocasiões pela Sra. Perpétua, que por sua vez participou, inclusive, da confecção das urnas para viagem. Das 42 Urnas foram apurados 2.602 votos, totalizando 1.672 votos pra Chapa 1, 650 votos pra Chapa 2 e apenas 280 votos pra Chapa 3. Sendo assim a Chapa 1, liderada pela presidenta Mirian Soares, foi reeleita pela categoria, por uma votação expressiva. Após a apuração total dos votos, a Comissão Eleitoral declarou a Chapa 1 a vencedora do pleito e apta para assumir o mandato. 


Haniel Nunes – Secretaria de Comunicação e Imprensa