SindsaÚde na ALEPE

Hoje pela manhã às 9:30h no Auditório Sérgio Guerra da Assembléia Legislativa de Pernambuco – ALEPE, os diretores do Sindsaude/PE Tiago, Sandra, Batista e Haniel, participaram do debate referente a famigerada Reforma Administrativa PEC 32, onde junto com a CUT – central única dos trabalhadores, demais sindicatos, servidores públicos estaduais e federais, pressionaram os deputados federais, a votarem contra a reforma administrativa. Tivemos um amplo debate, as falas foram intercaladas entre a mesa e o plenário, o diretor Tiago teve direito a fala, onde expôr a indignação da categoria contra essa PEC 32, deixando claro que tudo isso poderia ser evitado, se os parlamentares, não ficassem de braços cruzados, assistindo de camarote o desmonte do serviço público, tiveram o poder nas mãos, não souberam ou não tiveram a coragem de fazer uma reforma sindical, administrativa e previdenciária, hoje estão colhendo o que eles mesmo plantaram, o descaso contra o serviço público, mas quem irá pagar essa conta são os servidores, usuários e a sociedade. A aprovação dessa PEC será uma tragédia para o serviço público, a população ficará desassistida, o sucateamento e as privatizações destruirá a estabilidade do serviço público, os serviços essenciais como saúde, educação e segurança serão os órgãos mais atingidos. O Sindsaude como sempre se faz presente nos movimentos, debates e seminários, em defesa dos trabalhadores. Infelizmente por motivo de força maior a presidenta Mirian Soares não pôde participar do seminário, mesmo assim ela pontuou dizendo, “É óbvio que o Sindsaude é a favor de uma Reforma Administrativa, mas não como essa PEC 32 oferece, que é criminalizar o servidor público, precisamos de uma reforma que garanta a melhor prestação do serviço público e a valorização dos servidores.” NÃO A PEC 32. Pense nisto.

Haniel Nunes – Secretaria de Comunicação e Imprensa